segunda-feira, março 20, 2017

baloiço

Baloiços e passarinhos, fazia-os, mas nunca ficava com nenhum, desta vez decidi-me.

Um baloiço com 2 passarinhos de lã já pendurado na sala, não podem dizer que a Primavera e os passarinhos não chegaram a minha casa.


Ah e não sei se deram contam, mas fiz o macho e a fémea.

quarta-feira, março 15, 2017

como se transformou numa aldeia

tenho sempre um problema em desmanchar o Presépio, nunca me apetece, mas porquê?
Porque ele se vai transformando numa aldeia e desta vez aproveitei para fazer mais "uma cena" da vida de Jesus.
Mas primeiro a gruta estábulo ficou transformado nisso mesmo, num estábulo com muitos animais e com um pastor a guardá-lo



No resto da aldeia, as pessoas deslocaram-se para o mercado, mas não todas claro, e coloquei Jesus a falar com os que passam e com os doentes (o leproso) a aproximar-se dele.


Mas isto é emsmo giro
Ah e claro Reis Magos já foram à vida deles.

sábado, março 11, 2017

Este ano é que foi

Já temos Jardim de Páscoa cá em casa. Eventualmente terá outro nome, mas não sei qual é.


Tem a gruta, com o portão caído (esta foi invenção minha), a pedra e a cruz.
Na sexta-feira Santa a pedra tapará a entrada da gruta e no Domingo de Páscoa voltará a ficar aberta.

terça-feira, março 07, 2017

uma experiência mal sucedida

Não gosto nada quando isto acontece, mas desta vez talvez me faça fácil porque quero tentar fazer mais, só que vou mudar muita coisa.

Ora bem a experiência foi esta, uma coelha de pompons.


Então vamos começar com o "a NÃO fazer":

- pompons de cores matizadas, é preferivel uma cor só e clara
- pompons quase do mesmo tamanho, o corpo devia ser quase o dobro
- cortar orelhas sem ver o desenho de umas orelhas de coelho
- orelhas escuras e descentradas
- colar as orelhas, é preferivel coser, pelo menos para mim
- bigodes finos e soltos, usei arame muito fino, como também usei uma missanga para o nariz, os bigodes dançam, não tem piada
- colar o pompom da cabeça ao pompom do corpo, não me dou bem com colas, prefiro coser um pompom ao outro, fica mais seguro
- colar os braços e as pernas, mais uma vez coser usando linhas da cor do corpo
- roupa de papel, nada disso, roupa é de tecido e fazer saias rodadas é o mais fácil
- não colar a saia, mas sim coser a saia sem apertar o corpo para que se mantenha gordinha
- fita solta por cima da saia, é preferivel coser logo o lacinho na saia e dar o nó atrás, assim não precisa apertar o corpo.

e agora "a Fazer":

- decorar com flores, pintainhos, ganhos, lacinhos na cabeça
- o nariz com missanga gordinha cor de rosa cosida no pompom por onde podem entrar os bigodes desde que fiquem colados e bem presos no nariz
- olhos, em vez de missangas pretas
- ver a cara de um coelho para saber exactamente onde colocar o nariz e os olhos

e pronto, acho que é tudo. como podem ver há mais coisas a não fazer do que a fazer.

Ah, duração com estes defeitos todos: Jogo do Real Madrid para a Liga dos Campeões até aos 59:19 minutos já com intervalo de 15mim, por isso mais do que uma hora.

divirtam-se a experimentar

sexta-feira, março 03, 2017

um bastidor

que virou quadro de "motivações"

é bem pequeno, talvez 12cm de diâmetro, o que faz com que fazer as bandeirolas seja logo dificil porque são pequeninas


quinta-feira, março 02, 2017

agora que já não se fala no assunto

aqui estamos nós em versão Carnaval, neste momento sem saber o que nos esperava


e aqui já acompanhados no Carnaval de Torres Vedras





quarta-feira, março 01, 2017

Memórias 10

Mantas e mais mantas.

Adoro fazer mantas de "bocadinhos" de tecido, dão MUITO trabalho, mas dão um gozo tão grande.

o único senão, quando alguém faz uma manta de "bocadinhos" é favor não interromper.

Do género nas primeiras repetiram-se várias vezes, só não fiz uma para mim
A última foi feita com t-shirts, t-shirts muito especiais, de locais que não esqueço, de viagens que fiz, de ocasiões especiais em que desenhei a t-shirt, ...

O verso desta manta foi feito com as costas das t-shirts na mesma forma.
Esta foi a única que enchi com dracalon grosso, ou seja é de uma "quentura" que nem vos conto.


E pronto terminei por aqui a recuperação de memórias.
Gostei imenso de rever tudo o que já fiz, nem me lembrava que tinha feito coisas tão giras.

Sim, é verdade, estou inchada, só tenho pena de ter abrandadooooooooooooo tanto.
Os projectos continuam na cabeça, mas arrancar tem sido difícil, há sempre outra coisa à frente e o que faço precisa ter resultados rápidos e que não roubem tempo aos amigos, família e animais porque quer queiramos quer não ficar nos meus momentos zen na Casa das Bonecas pode facilmente levar-me a estar 2, 3 dias ausente sem dar conta.