quinta-feira, março 06, 2008

E por fim o "paixão"


Isaías, vão pensar “que desengonçado”, pois, é mesmo assim, patas mais altas do que seria de esperar, mais magro que qualquer outro, mas com o pêlo mais macio que conheço.
Tem uma capacidade incrível para se manter branco, mesmo depois de um banho de lama inclusive de afastar os carrapetos.
Ciumento como nunca vi, com ataque de ciúmes fica verdadeiramente mau e violento.
Defende-me até à morte (e não é em sentido figurado).
Ataca tudo o que respira a 2 metros de mim e tem 4 patas, dantes era a 1metro, agora aumentou o raio de protecção.

Persegue-me por Quilómetros se necessário, fica deitado ao meu lado meses, dormiu em cima da minha barriga enquanto estive grávida.
E sei que nunca mais terei um cão com esta dedicação, apareceu numa véspera de Natal, e eu pensei que era um rato escondido atrás dos cortinados.

Tinha a casa cheia para a Noite de Natal e só pensava, como raio vou colocar o rato na rua sem esta gente me saltar para cima da mesa, que por acaso estava decorada a branco e ouro com talheres de prata?

2 comentários:

Cantinho dos devaneios disse...

Sempre uma verdadeira artista!...

Beijinho!

liliana_lourenco disse...

:) Gosto da personalidade deste teu cão. Já tinhas falado dele e de todos os teus cães, este é o que mais me enternece. Mas também gosto dos outros todos, a sério!!! :) :)

**