terça-feira, julho 03, 2007

Estão de volta

Os passarinhos meus vizinhos.
E já estão grandões, pelo menos já tem muitas penas e quase se atiram do vaso para pedir comer.



Estão assim calminhos porque acabaram de comer, porque se os tivessem visto 2 minutos antes era um desassossego, estava a ver que saltavam mesmo e tinha que os ir apanhar.
Eles são tão decididos a pedir comer que os pais já nem se interessam por nós, que estamos sempre a passar pela porta de casa que está a uns 20 cm do ninho. É como se não existíssemos.

Bem uma coisa é certa, família também já nos conhece, há pelos menos 3 anos.Só espero que não venha muita chuva, é que eles este ano optaram pelo vaso mais perto da rua e tenho a certeza que apanham chuva, ainda vou ter que construir um toldo para eles

6 comentários:

Formiguinha disse...

Não me importava nada de ter resmas de vizinhos desses aqui!

alguém disse...

ena que lindo svizinhos os teus lol

olha ainda não tive tempo para ir comprar as t-shirts porque tive outros afazeres muito importantes mas assim que as tenha combino logo contigo.
Beijos aos montes :D

crispipe disse...

uns vizinhos desses faziam me jeito, nem sabes o quanto

Simplesmente eu... disse...

ao menos essesz teus vizinhos, não devem cuscar a tua vida!!! tens uma grande sorte!!!lol
bjokinhas

Bichodeconta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bichodeconta disse...

Que delicia de vizinhança.!! Não é para todos ..Acredite..
Ninhos ninhos
Gosto tanto de os achar
Entre as ramagens
Ocultos pela folhagem
São o meu maior encanto
Aqui pra nós, outro dia
Achei um tão delicado
Não calculas que alegria
Me causou aquele achado
Era de musgo e de penas
E de pelos muito finos
Tinha dois ovos apenas
Pequeninos , pequeninos
Sorri de satisfação
E ali fiquei encantado
E tiras-te-os ?
Eu não
Deixei-os no mesmo estado
Esse ninho
Quero mostrar-to também
É aqui muito pertinho
Mas não digas a ninguém
Não é preciso agradeço
Eu não preciso saber
Mas uma coisa te peço
Que tens tensão de fazer
Tirar o ninho? Pudera !
Quando tiver passarinhos
Eu gosto da primavera
Por ser o tempo dos ninho..........
................................. Lamento ter esquecido o que falta deste poema,que li há muuuuuitos anos , no livro de leitura que tinha sido da minha mãe, tinha textos lindos, alguns dos quais guardo na memória, até hoje passados quase 50 anos.. Sei que era um livro de Pires de Lima e Manuel Subtil... Posso estar a dizer uma enorme eresia, mas guardo isto na memória que não costuma trair-me...CUIDA DESSES PASSRINHOS.. Um abraço..Ell