terça-feira, outubro 10, 2006

Andei de Carrossel

É verdade este fim-de-semana que passou, tirando o Domingo de enxaqueca, foi excelente. Fui com a minha criança a uma garraiada… e que feliz que ela ficou, gritava, saltava, abraçava-se a mim, puxava a camisola, tapava os olhos, batia-me …
Imaginei que ela ia a gostar, mas tanto não!

E é giro ver que o interesse dele é diferente do meu, enquanto eu me preocupo com o cavalo ele só dizia:
- Força touro, força
- É touro lindo, corre
- Boa touro, boa

E fez aquela pergunta que todas as mães têm pavor que um filho lhes faça:
- Também posso ser forcado?
Não me fiquei atrás e respondi-lhe de imediato:
- Claro, só tens que saber ler!

Que orgulhosa me senti! Afinal ele não gosta só de máquinas e de cimento, também tem sangue ribatejano naquelas veiazinhas, ainda pequeninas mas já corajosas.
Agora tenho que o levar a uma garraiada a sério, para depois o levar a uma tourada.

E agora que já lhes falei da garraiada, vamos à parte seguinte, depois de uma fartura excelente, quente e cheia de açúcar e canela, passámos ao carrossel.
E isso é que foi gritar, andámos numa chávena que só rodava, rodava até a cabeça nos saltar. E andámos várias vezes, porque uma volta não dá para nada.

Sai de lá completamente de rastos de fazer força para aquilo andar, mas já tinha saudades, acho que já não andava num carrossel a sério desde os tempos do liceu, só tive pena de uma coisa, quando eu andava no liceu os senhores ofereciam-me sempre, pelo menos, uma viagem, agora tive que as pagar todas!!! Enfim é o peso da idade.

Experimentem, vão ver que também gostam, claro que passam no mínimo por “destravados” mas que se lixe, dá gozo.

7 comentários:

BijouxKa disse...

HAHAhah
Tb já andei.
E quanto a ser forcado.. ai ai..
morria se o meu me fizesse essa pergunta... apesar de já me ter perguntado quando é que ia tourear a serio..
( estamos no alentejo e ele já tenta andar a galope ;)... só tem 6 anos...ufff)

Beijinhos

Rui Miguel Soares disse...

Este fds no regresso de Ourém, o trânsito na A1 parava em vila franca, para verem os carrosséis.
Pelo que resolvemos ir lá mesmo e passear pela feira. Bonita.

André disse...

Todos os anos em S Martinho por alturas do Santo António.
As farturas só depois do carrocel, não sei por quê, imagino sempre o caso mal parado se inverter a ordem dos factores. É que o carrocel anda depressa, e de estômago cheio,... não ia ser um quadro nada bonito

Loira disse...

Ola!

Tb adoro andar nessas coisas... pena que neste pekeno pais nao haja um parque tematico decente! :(

Proximo verão lá vou eu para Espanha experimentar mais um!

Bjos

alguém disse...

confesso que não gosto nem de garraiadas nem touradas porque tenho pena do touro mas passando à história do carrosel, ainda este verão fui com a minha sobrinha andar nos carrinhos de choques. Daqueles pós meninos pequeninos e como não estava mais nenhuma criança a andar e como a minha sobrinha estava-se a aborrecer de morte e eis que me lembro de saltar para o carrinho do lado, quase com os pés de fora e isso é que foi uma maravilha...

Cláu disse...

Oh linda, eu quase todos os anos ando de carroçel. lol
Só não tenho coragem de andar na nave, aí tem de ser o maridão a levar a sara.
Beijinhos e adorei que tivesses tido um fim de semana diferente.

FightBull disse...

Claro, só tens que saber ler!
Para ser forcado ou toureiro - estar ligado à tauromaquia - é preciso saber ler?
Eu pensava que bastavas ser ignorante ou irreflectido, cruel, egoísta, sádico e não ter o mínimo de respeito pelos animais.

Porque é que em vez de levar crianças a espectáculos de crueldade não lhes explica que maltratar, torturar, fazer sofrer animais, humanos ou não, é errado?
Que o divertimento à custa do sofrimento de animais inocentes e indefesos é asqueroso?

nuno