terça-feira, junho 19, 2007

Ando chateada!

É verdade, e muito!
Ainda não sei bem porquê!

Olhando à minha volta parece que não tenho qualquer motivo, qualquer pessoa que me conheça e leia isto deve pensar que não tenho qualquer direito de estar assim.

Mas o que é certo é que estou, ninguém me tira isso da cabeça.

Consigo facilmente notar isso quando só me apetece ouvir a minha música em altos berros, quando não consigo ler, quando não consigo desenhar, quando nem em apetece escrever, quando tenho vontade de estar ali num cantinho sozinha a olhar para o ar.

Tenho esperanças que seja só do desgraçado do mau tempo e que este desgraçado mau tempo passe depressa e para bem longe.

É verdade, vou continuar com actualizações irregulares, mas vou sempre aparecendo.

Divirtam-se.

6 comentários:

liliana_lourenco disse...

Deve ser do mau tempo... quando o sol vier em força e de vez, isso passa! :)
Beijinhos!!
** ** **

Marco disse...

Crise de "meia-idade"?
:-D

Filipa disse...

Não te preocupes! Isso passa!...

E depois ainda nos vais maravilhar mais com as tuas criações...

Fico à espera do bom tempo!

Bjs
Fi

despertando disse...

O sol renova-nos, e parece-me que por agora o mau tempo acabou, é hora de carregar as pilhas e ir em frente.
Bijinho para ti.

Filipa disse...

E como vamos de inspiração????
É que há muito trabalho pela frente...

bjs
Fi

Anónimo disse...

Mensagens de otimismo

Vivemos um momento em que desapareceu o otimismo, quando todos os veículos de comunicação quase só falam de crise.

Mais do que nunca, cada pessoa é bombardeada pela feiúra da violência, pelo amargor do desemprego, pelo azedume da desconfiança mútua, pelo mau-cheiro da corrupção. Sim, vivemos dias muito difíceis!

Dizem que para o povo chinês a palavra crise significa oportunidade! Pensando bem, o momento é mesmo de múltiplas oportunidades. Mudanças mundiais, nacionais e individuais.

Ver com otimismo os problemas do dia-a-dia é perceber que temos o poder de agir, de mudar, de escolher, de transformar, tudo começando pela nossa própria atitude interior.

Mais do que nunca, a vida nos brinda com a oportunidade de nos aconchegarmos aos pés do mestre em nossos corações.

Esse sol espiritual nos proporciona o eterno alvorecer que dissipa a escuridão e o rigor do inverno. É fonte inesgotável de generosa sabedoria, criatividade, amor, equilíbrio, otimismo, vontade, força e beleza, alegria, doçura e todos os dons que precisamos para efetuar mudanças evolutivas.

Encontrei este texto na net...Ele ensina que nunca devemos desanimar...mesmo quando tudo parecer tedioso!!!Força!!!JU