terça-feira, janeiro 15, 2008

Hoje ouvi

Parte de uma conversa entre três adolescentes, ainda inconscientes, mas já sapientes.

 

Uma menina (aposto sem namorado e nada top-model)

- Eu dou importância é ao interior das pessoas!

Outra menina (também o oposto de top-model)

- Claro, eu também!

O namorado da "outra menina" mantinha-se calado e a olhar para o chão apesar de ambas estarem à espera que ele se manifestasse.

 

A minha dúvida foi … será que se ele dissesse que não concordava e lhe interessava também a beleza física (siga ela que padrão seguir) elas iriam ficar tristes ou contentes?

 

Pois é, isto é uma frase feita que serve para muita coisa especialmente quando a beleza das revistas ficou à porta quando nascemos.

 

Será que realmente a beleza exterior não conta (e volto a referir… siga que padrão seguir)?

 

Por enquanto para o meu filho eu sou a mãe mais bonita do mundo; isto deve acontecer durante mais 6 meses, já o apanhei a dizer que a mãe do Paulo era muito bonita.

 

Para o meu caríssimo … enfim, tem que se contentar e abster-se de comentar, porque lá em casa o que não falta são panelas e nesta situação só poderá responder:

- claro que a beleza exterior também conta, por isso estou contigo!

 

Para a minha mãe… enfim se me penteasse e se me vestisse como deve ser … talvez se aproveitasse qualquer coisa, agora assim …

 

Para as minhas amigas … mas ela tem beleza exterior? (é por isto que gosto delas, são honestas e chamam-me gorda).

 

Eu vou ser muito sincera, para mim a beleza exterior também conta e muito. Uma das coisas que costumo ver em primeiro lugar quando conheço alguém são... os olhos, a seguir a facilidade com que sorri, depois se quando fala me olha nos olhos ou não, se o nariz está à altura adequada ou seja não está demasiado elevado.

 

Isto é tudo exterior, ainda nem me preocupei se ela se preocupa com a paz no mundo (tal qual uma miss mundo) ou com as crianças …

 

Claro que no espaço de um dia já devo conhecer mais alguma coisita sobre o assunto, tipo… se gosta ou não de animais, se lava as mãos 50 vezes ao dia com medo de doenças, se tem pinta de quem vai falar mal de mim nas costas, se é perita em dar graxa… enfim as tais coisas que já vêm das entranhas e que ai sim conseguem que eu complete a minha "paixão" ou não…

 

Mas é à primeira vista que gosto de alguém … ou Não, afinal tenho olhinhos para ver.




Abra sua conta no Yahoo! Mail, o único sem limite de espaço para armazenamento!

1 comentário:

liliana_lourenco disse...

Pois... eu cá também dou importância ao interior (e olha que não estou muito longe do padrão dos top models! Uuuuuuuuhh! :p), mas é claro que o físico, digam lá o que disserem, também conta e a maior parte das vezes muito mais do que aquilo que queremos admitir.

Porque vamos ser sinceras, quem é que assim à primeira vista fica vidrada num gordalhufos, careca, corcunda, com óculos fundo de garrafa, dentes desalinhados e um tanto ou quanto "demodé"??... Ninguém!!!
O que acontece muitas vezes é que ao conhecermos "o bicho do mato", ele consegue ser tão, mas tão maravilhoso que aí sim, começamos a vê-lo de forma totalmente diferente.

É aí que o feio se consegue tornar bonito, sem ser preciso recorrer-se a programas como "O cisne", ou o "Extreme Makeover"...

Enfim... eu ainda espero pelo meu Keanu Reeves! :) :) :)

**