quarta-feira, agosto 16, 2006

Livro da Quarta

Pois é, lembram-se do livro da semana passada?
Até é interessante, mas não gosto da maneira fácil com que são feitos os diálogos, os pensamentos.
Quando leio um livro, não quero que ele seja snob, mas também não quero que entre no texto fácil que até eu podia ter escrito se me sentasse numa esplanada em dia de sol.
A história é interessante, retorcida como eu gosto, não se chega facilmente a conclusão nenhuma, agora a forma de escrever … deixa a desejar.

Mas já comecei outro, que estou a gostar mais, e além disso acontece no tempo das viagens de comboio pelo campo, viagens de barco, charretes puxadas por cavalos, vestidos compridos e rodados, muitas rendas e chapéus … ou seja “cheira a Eça de Queirós”, mas lá na outra ponta do Mundo.

Um assassínio acontece. Acusam uma menina/dama de companhia, de uma senhora da sociedade. Claro que existe um cavalheiro advogado (e detective) que vai mover a terra e a lua até provar a inocência da donzela.
Vamos a ver, a escrita promete, vamos ver se o enredo também.

4 comentários:

carla m. disse...

Deve ser giro esse livro.
Eu adoro ler, e esse livro parece me interessante,
Bjokas

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Xiiii, como eu ando a escrever um livro, tenho de prestar atenção ao que aqui dizes :) beijos beijos :)

Alma Minha disse...

Olá!
Voltei...
Obrigada pelas palavras que me deixaste...

Foste ao concerto... que inveja!!!
Bjs

Sara disse...

Espero que gostes mais desse livro do que do outro!
Bjokas
Sara