terça-feira, março 17, 2009

Falaram em história

Há tempos sugeriram que eu inventasse histórias com os desenhos que faço ao pequeno-almoço ou almoço; achei a ideia muito gira, mas quando era a altura de riscar faltava sempre a história, decidi fazer ao contrário, desenho e depois logo penso na história.


Então cá vai.

Era uma vez uma menina que brincava no campo, mas como estava sozinha só se lembrava de andar de baloiço, baloiçava, baloiçava, até que um dia uma borboleta grande, e como era grande a borboleta, lhe bateu na cara.

Nessa altura a menina assustou-se; o que era aquilo?
Entretanto reparou que o seu cão estava deitado, debaixo do baloiço como se estivesse escondido…
Hmm alguma coisa se passava.
Foi nessa altura que ela ouviu balir, vinham a correr na direcção dela duas ovelhas, por isso o cão estava escondido e a borboleta andava toda contente a voar.

Quando as meninas ovelhas chegaram perto dela, ela pegou na mais pequena ao colo e teve uma ideia fantástica.

Para que havia de brincar sozinha no baloiço se estavam ali umas ovelhas simpáticas para brincar e um cão á espera de festas?

… e fim da história, sei melhor fazer desenhos do que inventar histórias.

3 comentários:

Fenix disse...

Está gira!
Moral da história: Podemos encontrar amigos em toda a parte e em todos os seres vivos. Só precisamos de estar atentos!

Também costumava ter os animais como meus amigos de brincadeiras na infância.

Beijinhos
São

Rosa Clara disse...

Quem disse que não tens jeito para histórias?
Cá para mim estás aprovada e já sabes, não deites nem um desenho fora ;)
Bjs

O Fio da Meada disse...

tenho uma ideia melhor, porque é que não desenhas e pedes aqui à malta que invente a história e a coloque aqui nos comentários, ahn?

assim podias depois fazer a escolha e ao vencedor pagavas um almoço

tenho cada ideia má fixe..

:)

(e concordo contigo, tens mais jeito para desenhar)