terça-feira, novembro 22, 2005

Que susto!

As asas do meu anjinho ficaram tão bonitas, que as outras mães decidiram que era preciso fazer fatos de anjo a condizer! Estou desgraçada, costura ainda é um bicho complicado, ou melhor ainda tenho algumas lutas (longas) com a máquina de costura.

Tenho tanta pena de não a saber utilizar com intensidade, foi das prendas que mais gostei, mas está a ser difícil utilizá-la. Na minha última luta, estive toda a tarde com o meu filho a tentar que ela funcionasse, li o manual de instruções de uma ponta à outra diversas vezes. Queríamos fazer uma boneca de pano, acabámos por coser tudo à mão.



Quando o “engenhero” chegou a casa: “— está tudo bem, só tens que colocar esta patilha para a direita”, ía tendo um ataque de raiva pela minha estupidez natural.

E agora tenho que fazer o fato de anjo! Eu sei que: “é só pano dobrado com um buraco na cabeça, cosido de lado, deixando um buraco nas mangas”.
Mas isso não é um fato de anjo, então e as mangas vaporosas e em forma de sino? E o corpo também em forma de sino? E a “luz” no fato? Mais umas noitadas, o que vale é que apesar de agora estar assustada, já sei que vou adorar o resultado ao ver o meu filho vestido de anjinho (e sendo o anjinho mais bonito de todos).

3 comentários:

Ze Maria das Couves disse...

Vê lá se não tratas o anjinho como trataste a laica, a cadela da tua irmã!
Eu conheço a tua raça, ó labisgoia!
Vai lá ver a denúncia nº 3.

com tanta malvadez um dia apareces na TV!

dina disse...

será que fico gira na TV? ou será que fico baralhada e sem fala? é muito mais giro ver os outros a fazer figuras tristes :)

vou então ver o que tens para dizer, mas és um chato, é que de labisgoia (que giro nunca tinha escrito esta palavra) não tenho nada. terei de outras coisas ...

Ze Maria das Couves disse...

Ó serigaita!
Queres-te rir???
Então vai ver o que eu escrevi!
AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHH!