quinta-feira, março 02, 2006

Hoje não estou para aí virada!

É verdade, não me apetece nadinha, acordei muito cedo, tive frio, apetece-me fazer coisas diferentes das que tenho que fazer. Apetecia-me ser rica. “Rica” não, bilionária, e não me venham com a conversa de que o que conta é a saúde, o dinheiro dava-me um jeitaço.
Assim de repente não sei o que faria com ele, as ideias são tantas que quando começasse a pensar no que queria para mim já o tinha gasto todo. Mas alguém haveria de ficar FELIZ e muito.

Mas enfim, o dinheiro não é o maior problema, é mesmo o tédio. Nunca consegui ultrapassar esta questão do tédio. Já sou grandinha (para qualquer lado ;) ) por isso já devia ter inventado qualquer coisa e algumas até inventei, mas é chato sair a meio da manhã, para ir desenhar ou dobrar papel ou pensar como vou fazer a festa de aniversário do meu filho que é já em Abril, ou como vou fazer a festa dos meus Afilhados que é em Março … Enfim, dilemas, se calhar de quem está bem demais para a média e não se devia queixar.

Que raio! Acho que também vou começar a fazer dieta, pode ser que dê mais alguma animação ao dia, pelo menos vou andar numa luta constante comigo: como ou não como aquele pãozinho quente com manteiga? Bebo ou não bebo aquele leite com chocolate?

Ora aí está, é mesmo isso! Uma luta diária comigo, devo manter-me pelo menos à beira de um ataque de nervos, é tão bom como outra coisa qualquer para afastar o tédio.

Um bom dia para vocês, já que o meu parece-me que não tem grandes hipóteses.

3 comentários:

Alma Minha disse...

Sim tens razão... eu sei o que isto é... também sofro por vezes de grandes crises de tédio...
Com o tempo passa...
Vá, Sorri!!!

Marco disse...

Eu diria mesmo que hoje estás virada do avesso!

Meia Lua disse...

Querida Dina...
Aceita-te como és e o tédio desaparece. Deixa lá a dieta, come o que te apetece e não pensa no depois. Quando te sentires preparada para a dieta, então começa com ânimo, porque assim tem mais chances de dar certo! Quanto às festas de anos... pensa o quanto vão ficar felizes o teu filho e os teus afilhados... aproveita os prazeres ao máximo... daqui a pouco eles estão crescidos e nada vai ser como agora...
beijinho